Depoimentos

  • Chelsea com 7 meses - enviada pelo Geraldo Santa Catarina. 08/11/2014

    Fonte de alegria...

    Boa tarde Dr Nelson.

    Chelsea, filha do Totenham e Farah, com 7 meses. Adestrada, forte, lógico que as vezes irreverente , carinhosa , fonte de alegria, dona de seu espaço . Não faz alarde, seu latido e raro porém valente e chama atenção. Obrigado pelo presente. Um grande abraço.

    Geraldo

     

    Obs. do criador: existe uma idade, geralmente próxima dos sete meses em que o american "estica" e apresenta um crescimento que o deixa meio desengonçado e "feio". Essa fase faz com que muitas pessoas julguem que seja um exemplar que não o agrada. Uma vez uma pessoa que enviei um filhote apresentando essa condição levou-o a vender o cão. Mais tarde esse american foi Best in Show nas mãos de outra pessoa. O american passa por essa fase e depois muda muito. Nessa fase está mais esguio como um adolescente que muitas veze é chamado de "magrão" e depois toma corpo.

  • Harley - enviado pelo Guto. 20/10/2014

    Me sinto muito feliz...

    Oi tio Nelson,

     

    Então pedi pro meu "paidrasto" para escrever algumas noticias minhas. Como o sr.viu, ainda não aprendi a escrever, entretanto, dentre tantas coisas que já aprontei, como por exemplo, "aspirar" um pingente de ouro da minha irmã Gabriela (que saiu dois dias depois), mastigar literalmente toda casa, sapatos da máma Maria, os croks do pai Guto que decorei com milhares de furos (ate que ficou bonitinho e pratico por assim dizer, pois passou a ventilar melhor), estou com muita saúde e muito feliz; tô me aproximando do meu 4º mes de vida e como o sr. pode notar nas fotos, estou muito parecido com minha mãe biológica, com as características brincalhonas do meu pai. Não sei pq adoro tanto vassouras???

    Espero que todos meus irmãos tenham conseguido lares maravilhosos como eu consegui; pai Guto é uma mãe; mãe Maria é um doce, não sei quantos sapatos e roupas dela já destruí, mas, sou apaixonado por minha mana Gabriela. Faço muita festa quando ela volta do trabalho e ela fica muito feliz dizendo que também estava com muitas saudades de mim.

    Pois então, mesmo com meu "jeitinho OGRO", estou sendo tratado com muito amor e carinho e posso dizer que me sinto muito muito feliz.

    Tbm queria pedir ao sr. para enviar um beijo carinhoso pro papai e mamãe. Sinto muitas saudades de vcs. 

    Estejam sempre com Deus em seus corações.

    Um grande e sincero abraço 

                                                            Harley Deivdson Kraftfeld Lebsa    

  • Thor com Leonardo e sua querida sobrinha. 03/10/2014

    Preconceito...

    Olá!!

     

    Tudo bem no campo de força?

     

    Todos os dias corro com o Thor ao redor de um  lago próximo de casa, quando terminei minha esposa pediu para gente levar a sobrinha dela numa pracinha perto do lago, quando as pessoas viam minha sobrinha abraçando e andando ao lado do Thor eu via nos rostos deles um expressão uma mistura de medo e surpresa, fico feliz por estar fazendo minha parte para diminuir esse preconceito.

     

    Leonardo, SP

  • Zeus brincando com um amigo na praia em SC - enviado pelo Cassiano. 21/09/2014

    Zeus na praia brincando com um american que não conhecia.

    Olá Nelson!

     

    Este fim de semana fomos a praia com o Zeus e encontramos o nosso vizinho que tambem tem um american staffordshire e os dois brincaram muito e batemos algumas fotos.

     

    Cassiano, SC

  • Gaya com 6 meses - filha de Totenhan com Farah - enviada pela Nathalia e Bernardo - RJ. 15/09/2014

    Docilidade e Persistência.

    Olá Nelson, tudo bom?

     

    Qnt tempo! Estou escrevendo para falar do progresso da "gaga" como chamamos carinhosamente. Quando a Gaya chegou tinha 2 meses e encantou a família toda com a sua DOCILIDADE e PERSISTÊNCIA mas ficamos receosos com relação ao gato q temos e ao meu irmao pequenininho, mas Estávamos em êxtase com ela. Todo o receio se desfez pq vimos o quão amável com TODOS  ela é! E um mês depois dela chegar tivemos uma outra grande noticia, eu estava grávida de 1 mês! Pois é a Gaya vai ganhar um irmãozinho, e a nossa preocupação agora era a gaya e o bebe, a relação de ciúmes afinal a gaya é a atenção, ela é o nosso bebê gigante... Mas mais uma vez ela com mta sabedoria desfez esse medo, desde o inicio da minha gestação ela só dorme com a cabeça na minha barriga. Ela é perfeita, mt obrigada por nos proporcionar essa amizade, afinal somos apaixonados por ela! A Gaya nao perdeu as características dos pais, hj com 5 meses é extremamente atenta aos mínimos barulhos, defensora ao extremo ( ai de qm entrar no meu quarto qnd eu ou o be estamos dormindo... Rs) é incansável e mt perseverante, mas também é de um amor muito grande, é doce com todos, brinca com tds os cachorros da rua, os gatos tb... Nao gosta de brigas entre mim e bernardo, Carinhosa, agora aprendeu a abraçar qnd nos abaixamos, companheira demais e SUPER INTELIGENTE, aprende td muito rápido! Obrigada pelo nosso maior presente! Estamos muito felizes com ela!

    Ps uma vez li q os cães da raça tinham um certo feeling para situações dúbias e a Gaya é assim, ela percebe coisas q nós n temos tanta facilidade de perceber.

     

    Ass Bernardo e Nathália -RJ

     

  • Roy New Kraftfeld - filhotão - enviada pelo Angelo de SC.. 05/09/2014

    Temperamento muito bom...

    Boa noite, Mestre

     

    Como vão as coisas pelas bandas do nosso rio grande, espero que tudo bem. Faz tempo que não te escrevo um email para falar sobre o desenvolvimento do Roy,o terrível ,hahahha. Acho que na verdade não escrevi nenhum, isso é fruto dos novos aplicativos  como whatsapp e  a rede social facebook onde consigo manter contato com os amigos que estão a distância, mas em tempo real. Acho muito bom, mas nada substitui uma boa conversa.

    O Roy está se desenvolvendo muito rápido, é um cachorro lindo, com muita estrutura,vitalidade e energia. Com um temperamento muito bom, mas a diferença de temperamento entre ele e Amy é definida, ela bem meiga e ligada o tempo todo em nós, ele já é mais digamos que independente, temperamento de macho, mas muito sociável com outras pessoas e cachorros. Quando chego em casa  do trabalho abro o portão e o chamo, ele vem correndo com toda a velocidade e pula no peito, uma loucura, ele não tem noção do tamanho e força que tem, mas com minha afilhada de um ano, ele não da uma mordida, só lambe ela toda, ficamos estarrecidos com essa postura dele com ela, só vendo para acreditar.

    Tenho caminhado bastante com ele para gastar a energia, pois já aprendi que se ele não se exercitar alguma almofada ele vai estourar ou alguma das minhas plantas ele vai comer hahaha.

    Só tenho a lhe agradecer e parabenizar todos estes anos de trabalho frente ao canil e ao desenvolvimento da raça. Fiquei muito feliz em ver um cão mas lindo que outro aí na sua casa aquele dia.

    Agora um vou dar um pitaco de amigo, mesmo já prevendo a sua posição contrária, acho que deverias voltar as pistas com essas jóias que tens guardadas em casa.

    Ahhhh já ia esquecendo, ja recebi o registro dele.

     

    Abraços

    Ângelo Silva 

  • Drago 1 23/07/2014

    Decidimos ter um AST.

    O que falar do Dr. Nelson?
    Ele é o responsável por alegrar e mudar as nossas vidas.
    No dia em que fomos conhecer o campo de força, jamais pensei que me apaixonaria por aqueles cães.
    A recepção extremamente carinhosa com a qual o Dr. Nelson nos recebeu, ficará guardada para sempre.
    O canil é algo incrível.  Super bem estruturado, organizado e limpo. Possui muitas arvores e plantas. Os cães são tranquilos e muito vigilantes.

    Posso dizer que é um lugar mágico. Sim, mágico!

    Quando tu entras, sentes a boa vibração de um aconchego onde o amor tem reinado absoluto.
    Ali começou a nossa aula. Dr. Nelson nos explicou todas as fases de uma criação. Desde os seus ancestrais, escolha do macho e fêmea, a gestação, o parto, alimentação, o nascimento dos filhotes, etc. Ficamos perplexos com tudo.

    Falamos da nossa preferência por um cão calmo, porém atento e guardião, pois temos um irmão que é especial. Pois bem...a vivência e experiência dele nos fez acreditar que teríamos.
    Voltamos para casa. Conversamos e decidimos que ficaríamos com um AST.
    Entramos na pagina do campo de força, adicionamos aos favoritos. Também curtimos em rede social. Pronto! Já estávamos conectados.
    Quando o Dr. anunciou que faria a cruza do Red Warrior Dinasty Higlander e da Kate Moon New Kraftfeld, meu irmão disse que seria dali que viria o nosso filhote.
    Enviei o e-mail informando o interesse; Teria que ser macho. 
    A Kate ficou grávida, foi hiper bem cuidada, e um belo dia o Dr. enviou um e-mail comunicando  o nascimento. Fomos "correndo" para o site do campo de força.

    Lá estavam os filhotes -  machos e fêmeas excepcionalmente lindos. Fortes, expertos, saudáveis, ótima aparência. Perfeitos!
    Mas tinha um em especial. Aquele mocinho (como o Dr. fala) com a carinha preta, uma manchinha charmosa abaixo da nuca. Foi sintonia pura. Fiquei quieta, chamei o mano e mostrei. Ele logo viu e falou. É esse. Concordas? Eu disse que sim.
    Na mesma hora escrevi sobre a  nossa escolha para o Dr. Nelson.
    A resposta foi rápida. Ele explicou todo o processo ate ficarmos com o nosso bebê.
    Os dias já estavam longos demais. Mas  ele precisava ser desmamado, tomar o vermífugo e vacina. Só assim ele nos entregaria.
    Chegou a hora. Liguei para saber se poderíamos visitá-lo. Marcamos o dia e horário. Novamente a ótima recepção. Entramos no campo, fomos até o canil e o Dr. trouxe o nosso pequenino.
    Lindo, amável, fofo, forte, experto, saudável. Me  emocionei que até as lágrimas rolaram. Meu irmão também ficou emotivo.
    Tive a impressão que o pequenino sentiu o mesmo. Ele começou a abanar o rabinho e nos lamber.
    Visita feita! 
    Fomos informados de que poderíamos levá-lo para casa no próximo final de semana. 
    Durante os dias só falávamos nele. O cobertorzinho, caminha, brinquedinhos, potes para água e ração já estavam comprados
    Troquei e-mail novamente com o Dr. Nelson para avisar o horário. Ele afirmou que estaria nos esperando. Chegou o dia!

    Aquele domingo foi magnifico.
    Ter o nosso bebezinho nos braços novamente, não tinha preço.
    Beijei tanto, acarinhei e repeti no seu pequeno ouvido, bem baixinho.
    Te chamaras Drago! E  Já és muito amado por todos na tua futura casa.
    Como resposta, ganhei um olhar seguido de uma lambida gostosa.
    Dr. Nelson e sua esposa nos explicaram tudo. Tivemos mais aulas de ensinamentos e cuidados.
    Hoje nosso Drago está perto de completar 02 meses de vida.
    Ele é o nosso carinho, amor, nosso tudo. Sempre brincando, alegrando nossos dias. Muito independente, cuidadoso, experto, objetivo, carinhoso, curioso, atento, amoroso.

    Sabe a hora do xixi e coco; vai direto no tapetinho.

    Tem temperamento calmo e sabe o que quer. Não é manhoso. Pedimos a patinha, ele dá. Vira de barriga para cima, pois ensinei " beijo de barriga". Ele se contorce todo e pede mais.
    Adora nosso irmão. Fica ao lado dele como se dissesse: estou te cuidando. Isso é incrível!
    O Drago é tudo de blaster, mega, top em nossas vidas. 
    A coisa mais bela é acordar com as duas patas no meu peito, ganhar uma lambida e um olhar dizendo: Bom dia!

    Ele faz isto todossssss os dias.

    Dr. Nelson, sua esposa e seu filho são pessoas extraordinárias.
    Obrigada por vocês existirem, obrigada por estar nos ensinando, obrigada pela disponibilidade em nos receber em sua casa, atender os telefonemas, responder os e-mail's.
    Obrigada pela competência, a seriedade, honestidade.
    Obrigada pelo amor aos cães

    Com toda certeza seguiremos os seus passos.

    Grande beijo e muitos abraços,


    Claudia e Vinicius Santos

     

    Obs,: quem tem que agradecer agora sou eu pela generosidade do relato.

    Nelson


  • Mafalda New Kraftfeld é filha de Shadow com Cielo. Enviada por Maristela, SP 20/07/2014

    Sei bem a importância na escolha de um canil.

    Olá Nelson!

     

    É com muita alegria que escrevemos, para contar um pouquinho da nossa vida nos últimos 9 meses. A Mafalda só nos dá orgulho e felicidade, quando ela se uniu a nossa matilha tudo se tornou ainda mais equilibrado. Não falo apenas como uma mamãe coruja, mas também como alguém que trabalha com comportamento canino. Sei bem a importância na escolha de um canil, principalmente quando falamos de raças que requer mais responsabilidade ainda, como é o caso dos Amstaffs. Primeiramente, agradecemos a você, por toda atenção inicial e por ter nos encaminhado um filhote com as características genéticas e comportamentais que desejávamos. Só alguém com sua experiência e conhecimento é capaz de fazer isso tão bem. Recebemos um filhote exatamente como planejávamos e desde os primeiros passos aqui em casa, já começamos a disciplina-lo. Nada foi fácil por aqui, houve muito empenho desde o inicio, sua socialização foi iniciada aos 45 dias e a liderança exercida sem descanso, exaltando o que sua personalidade tem de melhor e controlando o que consideramos instável. O resultado é um cão equilibrado, socializado e saudável. O que para nós é o que importa. A Mafalda é amável com toda família, uma exemplar irmã caçula, além disso frequenta a creche 2 vezes por semana e convive com 80 cães lá de todos os portes, frequenta parques, faz aulas de natação, corre, adora as pessoas e ama crianças mais do que qualquer coisa. Não podíamos estar mais felizes por tê-la aqui conosco. Um grande abraço a você e sua família!

    Seguem algumas fotos!

    Maristela, SP

     

     

    Obs. do criador: 

     

    Eu fico feliz quando uma pessoa qualificada técnicamente elogia o nosso trabalho de criação. Isso é uma recompensa que estimula ainda mais o que fazemos com dedicação há tantos anos. Nos mostra que estamos num caminho bem escolhido. Nossa missão é árdua. Só nós sabemos o quanto. Lidar diáriamente com 30 americans e propiciar para eles toda a sorte de experiências que os torne felizes e equilibrados. Cuidar dos filhotes e socializá-los desde cedo para que sejam felizes e tragam felicidade para as famílias ou pessoas que os receberão é uma tarefa que exige demais. Só o amor torna essa tarefa viável e gratificante. 

    Nelson Filippini Almeida

  • Little Queen e Dakota New Kraftfeld - enviada pelo Douglas de SP.. 08/07/2014

    Personalidade e carisma.

    Olá Nelson boa tarde tudo bem?


    Está aí uma bela amostra ou melhor, dois belos exemplares de seu canil que nos trazem muita felicidade e a cada dia nos surpreendem com as suas personalidades e carisma que elas têm com a nossa família.
    Sua dedicação e todo seu esforço com a criação dessa raça, gera cães muitíssimo especiais!!!!
    Abraços 

    Douglas, SP

  • Chelsea com 3 meses e meio - enviada pelo Geraldo. 05/07/2014

    Atenta, carinhosa e obediente.

    Chelsea filha do Totenham  e da Farah está com 3 meses e meio. Muito atenta, carinhosa e obediente. Estamos amando esta menina amigo Nelson. Ela está muito saudável e se sente bem ambientada em nosso lar.

    Um grande abraço.

    Geraldo

     

  • Tandro New Kraftfeld enviada pelo Lucas do RJ. 04/07/2014

    Um cão equilibrado!

    Olá Nelson.

    Sou Lucas um dos donos do Tandro.

    Nos mudamos para o Rio de Janeiro, o Tandro veio de carro com meu pai foi uma viagem de 2 dias e ele se comportou muito bem. No começo por ser muito quente a cidade ele teve alguns problemas no pelo, mais se adaptou muito bem. Com seus 1 ano percebemos as mudanças que teve no corpo e na mente. Ótima companhia  em viagens que fazemos todo o mês para São Paulo. Ele gosta muito de brincar com outros cães e a companhia de pessoas e pode ser considerado um cachorro equilibrado .

    Obrigado pelo belo cão que nos deu!

    Abraços.

  • Nicky Grumble New_Kraftfeld com 8 meses - enviado pelo Anselmo. 01/07/2014

    Superou as minhas expectativas!

    Minha cadela Nicky, filho do Cielo com a extraordinária Máfia; é uma trabalhadora incansável, esta sempre pronta a executar tarefas e aprende tudo muito rapidamente. Como gosto de cães que façam guarda, sempre a estimulei a isso e, deu muito resultado. Como guarda; executa uma guarda inteligente, bem diferente do meu finado Rottweiler que atacava tudo e a todos. Não é possível uma pessoa entrar em minha casa desacompanhada e dependendo da pessoa nem acompanhada ela aceita. Tem uma sensibilidade incrível e um discernimento que não via em meu Rottweiler. Eu a adestrei em alemão e, obedece os comandos imediatamente, não refuga frente a nada. Desde pequena, percebi que tinha muita aptidão para buscar coisas. Qualquer coisa que fosse lançada, ela trazia e fui apurando ainda mais isso, apontando objetos dentro de casa, falando os nomes e ela pegava e trazia. Hoje busca qualquer coisa dentro de casa, seria uma cadela extraordinária para alguém com problemas de locomoção, pois traz tudo que é pedido.

    Estou seguindo uma dieta vegetariana, e isso da muitos gases, tomo Simeticona em gotas todos os dias e tenho 2 frascos gotas em casa sempre, quando um acaba já compro outro. Tomei minha Simeticona e fiz uma sacanagem com ela, fingi que joguei o frasco só para ver a postura de atenção dela que é linda, mas não lancei o frasco apenas fingi que o lancei. Ela buscou no local para onde eu parecia ter lançado não achou e logo desapareceu da minha vista; poucos segundos depois, ela me vem com o outro frasco de Simeticona que estava no quarto sobre a mesinha de cabeceira e trouxe até mim. Por não ter achado o frasco visualmente, farejou e encontrou o outro frasco no quarto trazendo-o para mim. Desde filhote, sempre percebi que tinha um faro muito apurado e eu não fazia ideia que essa raça tinha aptidão para caça. Sempre cacei desde garoto, é um tradição de família e sei como adestrar um cão para caça. Fiz testes simples como arrastar uma pele de Paca por um terreno, seguindo um percurso estabelecido, um percurso complicado, passando a pele várias vezes sobre a trilha, lançando a pele sobre arvores para cair distante do último ponto de contato com o solo e depois voltava a arrastar a pele pelo local. Ela não viu nada disso, escondi a pele dentro de um buraco e depois a trouxe. Foi impressionante ver como ela seguiu o rastro IMPECAVELMENTE sem errar, sem sair do percurso, quando chegou à arvore olhou para cima, farejou o ar, e já foi direto ao ponto onde a pele caiu pegando novamente o odor no solo e seguindo; fez tudo isso em menos de 2 minutos em uma área relativamente grande com aproximadamente 6000m². Como ando muito pela Mata Atlântica, eu a ensinei a evitar cobras, usando uma coleira de choque, utilizei a mesma coleira para ensinar a não comer nada do chão, por ser um cão muito discriminado, sempre tive medo que alguém colocasse veneno para ela, então lancei mão da coleira para fazer esse adestramento e funcionou magnificamente; posso colocar um bife de contra filé bem temperado e grelhado que ela passa por ele meio que tomando distancia. Com as cobras ela late, só que não funciona apenas com cobras, como usei peles de cobras para adestrar, ela não diferencia cobra de lagartos, quando vou com ela caminhar pela Mata Atlântica, ela avisa onde tem cada cobra, cada lagarto, se afastando e latindo em direção.

     Como guarda é uma defensora ferrenha, se alguém ameaça ou mesmo se aproxima de minha esposa, ela não aceita, já mostra os dentes exigindo que a pessoa se afaste, comigo não é assim, é bem mais tranquila. Quando estou em casa sozinho com ela, ela dorme praticamente o dia todo por que sou o líder da matilha e vejo que ela sabe que sou mais forte e não preciso de proteção, porem ... com minha esposa em casa a coisa é outra, ela se mantém sempre alerta, sempre perto da porta, observando, escutando e farejando tudo a sua volta, quando minha esposa esta sozinha a coisa piora ainda mais, fica percorrendo todo o Apartamento o tempo todo, qualquer som fora ou mesmo dentro do Apartamento ela vai checar, rosna, late, mostra que esta ali pronta para o confronto. Como preciso ver para crer, chamei um amigo adestrador para testar e ver se ela realmente só latia. Tinha a leve impressão que em um confronto direto com um humano agressor ela refugaria. Fizemos o teste, paguei o sparring e graças a Deus ele veio usando uma roupa de adestramento completa. Deixei a porta aberta para ele entrar sorrateiramente. Ela geralmente rosna e late quando alguém se aproxima da porta, mas como ele foi entrando, ela não fez nenhum som, ficou parada totalmente arrepiada e quando ele deu o braço provocando e invadindo o apartamento ela evitou o braço, passou por baixo e o agarrou na perna, travou e começou a chacoalhar com muita tenacidade, rosnando, totalmente arrepiada, com muita vontade mesmo. Tive um trabalhinho para fazer soltar mas não demorou muitos segundo soltou e ficou pronta para pega-lo outra vez, olhos arregalados, totalmente arrepiada do pescoço ao rabo sem latir, apenas me olhava e olhava para o sparring meio que pedindo permissão para pega-lo outra vez e dentes e mostra.

    Estive na Amazônia, e aproveitei para leva-la comigo e lá ela se revelou uma caçadora incrível,  ficava desesperada, sentia odores de animais na mata e queria seguir. Encontrou várias tocas de Paca. A Paca é um roedor que também mergulha e ao perseguir uma paca pela mata, ela parou frente ao início do igapó onde estávamos acampados, a cor da água muito escura mas ela não saia dali, mostrando que havia algo lá, ao observar bem, vimos que a Paca estava paradinha dentro d’água, se escondendo, eu jamais teria visto, mas ela nos mostrou onde ela estava. Faz retriever com maestria, não esbagaça a caça, traz com a boca mole, porem ... agarrou um cateto na floresta e o arrastou até o acampamento, fez isso por conta própria. Estávamos acampados em uma área seca, do nada ela se levantou e partiu pra dentro da mata, mesmo com coleira com telemetria, estávamos em uma área com onças e por mais tenaz que ela seja, uma onça é uma onça e com certeza a comeria, ouvimos a barulheira no mato, os rosnados os guinchos mas não conseguimos identificar de onde vinha o som, alguns minutos depois ela se aproximou toda ensanguentada arrastando o cateto pela mata, trazendo para o acampamento. Fiquei preocupado com aquele sangue todo, mas ela não tinha nenhum ferimento, agarrou o Cateto pelo pescoço e o matou sem dar chances para ele revidar.  Eu não fazia ideia que esses cães tinham essa capacidade, não tinha a menor noção sobre essa aptidão para caça. Em campo aberto, ela amarra a caça, faz o aponte se mantem fixa com a patinha erguida como um perdigueiro, mostrando onde esta a  presa, amarrando a caça, só vai pra cima para levantar a presa quando dou a ordem.

    Como eu a eduquei com muitos limites, nunca roeu nada, nunca estragou um móvel dentro de casa, nunca comeu nada que não fosse dado a ela para roer, mas quando damos um osso de pele para ela, fica com ele até acabar, mastiga e come tudo.

    Nicky é uma trabalhadora incansável, pena que não tenho tempo para me dedicar ao agilite, pois tenho certeza que se daria muito bem, adora fazer coisas, adora fazer o que mandamos e aprende tudo muito rápido.

    Mas claro que sempre foi muito estimulada e sempre foi criada em rédeas MUITO CURTAS, sempre sendo dominada e nunca permitimos qualquer atitude dominante por parte dela desde que chegou.

    Mais satisfeito que isso impossível Dr Nelson, por mais que eu seja um amante dos Rottweilers, estou me apaixonando pelos Americans pela sua versatilidade. Mesmo sendo uma guardiã implacável, tem total discernimento. Qualquer criança pode se aproximar dela, que ela não esboça nenhuma atitude agressiva, pelo contrário, fica submissa. Sempre tentei aguçar nela mais e mais o instinto para atacar, mas sempre a sociabilizei com crianças, mostrando que crianças não são ameaça, claro que tenho cuidado, pois nunca se sabe, sei que ela morde, então fico sempre de olho quando ela esta brincando de bobinho em meio as crianças do meu prédio que fazem dela gato e sapato e ela adora ficar correndo atrás da bola pra lá e pra cá. Mas quase tive um problema quando um pai se aproximou falando um pouco alto, ela se posicionou frente a criança e ergueu levemente a gengiva mostrando os dentes, ele ficou estático dei o comando para ela ficar ela ficou, fui até ela e coloquei a coleira. Por algum motivo, ela não aceitou a aproximação barulhenta dele.

    Gatos, bem ... perseguir e detonar gatos é o sport favorito dela, volta e meia acaba pegando um gambá também.

    Nicky completou 1 ano, tem 47cm de cernelha e superou por demais minhas expectativas. Sempre quis um American, mas não imaginei que eram cães tão versáteis, mas limite é tudo, e estimulando, conseguimos extrair todo o potencial dessa raça que não é pouco.

    Mais uma vez Dr Nelson, muito obrigado pela cadela incrível que o Senhor me mandou, superou minhas expectativas até no corte de orelha que é uma perfeição, simetria absoluta.

     

    Fraternal Abraço.

    Anselmo.

     

    OBS do criador: o Anselmo é uma pessoa experimentada no trato com cães. Possui um "faro" incrível no trato com a Nicky e se comunica de tal forma que conhece a intimidade de suas reações e o mesmo ocorre entre ela e ele. Eu já frisei algumas vezes em algumas matérias que o AST, caso tenha uma relação íntima com seu dono e este souber se relacionar e se comunicar com ele, só faltará falar. Isso eu conclui pelos relatos de pessoas que tiveram essa aproximação e investiram seu tempo numa relação especial. 

    Outro dia um amigo que tem dois americans New Kraftfeld relatou que a sua fêmea ficou cega. Mas ela continua circulando pela casa, obedece a pedidos como: com licença, busca isso ou aquilo. Mesmo cega transita pela casa sem trombar em nada e ainda faz guarda. Eu considero o AST um cão completo mas eu reservo essa conclusão para aqueles que tiverem a felicidade de terem um ótimo AST e não o tratarem como se fosse um intruso, um ser que nada entende e que só serve para cuidar da casa. Para aqueles que possuem uma relação estreita e inteligente com o american e, em caso de ele ser dominante, imporem os limites, como um bom pai ou uma boa mãe procedem numa educação de seus filhos, terão uma jóia inestimável em suas casas e nunca mais esquecerão esse ente familiar. Para nós visualizarmos todos esses predicados teremos que tratar o cão como um ente familiar. Ninguém se desenvolve através da exclusão. Mas caso seja tratado com distância o AST possui boa índole e se conformará. Perdoará o seu dono e mostrará que possui uma capacidade de perdoar e resiliência maior que o ser humano.

    Nesses 20 anos que crio nunca tive qualquer incidente de ataque de algum cão a uma criança ou familiar. Isso até poderia ter acontecido num determinado momento pois qualquer cão pode atacar se não for socializado ou houver um desequilíbrio. Crei que o motivo do meu sucesso no temperamento dos meus cães é a seleção que venho fazendo nesses anos dando ênfase ao temperamento dos ancestrais. Todos os americans do meu plantel, adultos, não atacariam uma criança estranha caso surgisse no canil com a minha presença. E meus filhos brincaram e trouxeram amigos nesses anos todos e nunca aconteceu nada. Esses exemplos falam mais do que palavras.